INSS acaba com obrigação de prova de vida presencial

Aposentados e pensionistas do INSS não precisarão mais sair de casa para realizar a prova de vida. A partir da publicação da Portaria nº1.408, no Diário Oficial da União do dia 03/02/2022, a comprovação será feita de forma automática pelo governo por meio do cruzamento de dados de órgãos públicos e privados.

Com a mudança, estão suspensos todos os bloqueios de benefício por falta de prova de vida até o dia 31 de dezembro de 2022, data limite para que o INSS adeque o sistema de comprovação.

Com o início do novo sistema de verificação, a ida presencial será opcional. O governo consultará a base de dados do INSS, de órgãos públicos federais, estaduais, municipais e cartórios para validação dos benefícios.

Também valerão como prova de vida os registros de atividades como:
• Consultas pelo SUS
• Votos nas eleições
• Emissão e renovação de passaporte, RG ou carteira de motorista, entre outros

Pessoas sem registros nas bases de dados do governo serão notificadas. Se ainda assim não forem encontradas, um técnico será enviado presencialmente para fazer a checagem. Por isso, é crucial manter os dados de endereço sempre atualizados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 + 9 =