Cashback: Entenda como funciona e cuidados

Sempre que o assunto envolve dinheiro é especialmente necessário que fiquemos atentos, além de ter conhecimento sobre os nossos direitos. O Cashback é um serviço que se popularizou muito nos últimos anos. Esse recurso vai além do tradicional reembolso em caso de insatisfação com o produto porque retorna dinheiro para o cliente mesmo quando ele está satisfeito. O principal objetivo do Cashback é estimular as transações financeiras, incentivando o cliente a consumir mais daquela empresa. 

Uma das aplicações mais comuns dessa operação é aquela realizada em compras online. Ao realizar a compra em um site, o consumidor recebe parte do valor gasto de volta – em forma de dinheiro ou pontos a serem utilizados para descontos em compras futuras. 

Para resgatar esse valor, o cliente deve ficar atento às regras e critérios estabelecidos por cada empresa! Algumas marcas oferecem dinheiro na conta, enquanto outras oferecem um crédito para novas compras, serviços e até pagamentos de boletos. O saldo pode ficar disponível na conta indicada durante o cadastro em caso de um programa que não é ligado diretamente a uma instituição financeira ou, então, o saldo é disponibilizado como uma moeda digital para ser utilizada em situações específicas, como compras em determinados sites. 

Cuidados com o Cashback que você deve ter 

O mais importante é observar a empresa que você está se conectando, se ela é confiável, se é bastante utilizada e tem reconhecimento no setor. As marcas mais conhecidas são a Méliuz e a Ame Digital. Basicamente funciona assim: você se cadastra e cria a conta em uma dessas empresas para ter o serviço de Cashback com marcas parceiras da empresa. 

O Cashback sempre é realizado por meio de um serviço eletrônico. Portanto, desconfie daqueles vendedores que “prometem” devolver um valor no futuro – O Cashback sempre retorna para você na hora da compra ao finalizar a transação! No ano passado, um golpe nesse sentido foi noticiado pelo G1: vítimas relataram que, ao fazer um contrato de aluguel de carro, o vendedor prometia que, ao final do período, poderiam pegar o dinheiro de volta ou trocar o carro por um mais novo e renovar o contrato. Mas, obviamente, não era o que acontecia. 

Muita atenção ao realizar transações com empresas intermediárias. O Cashback não deixa de ser um contrato estabelecido com a empresa e o consumidor precisa estar atento aos seus direitos! 

Em caso de dúvidas ou mais informações, você pode entrar em contato com a nossa equipe especializada, que lhe auxiliará em todas as questões pertinentes ao direito do consumidor. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 + dois =